Abra o olho para a nova telefonia fixa

Abra o olho para a nova telefonia fixa

Um tema que estava na minha pauta, mas acabou se perdendo eram os novos planos de telefonia. Felizmente, o Tecnocracia publicou um ótimo artigo explicando todos os detalhes que precisamos saber.

Planos de Disponibilização Obrigatória
As operadoras de telefonia fixa podem oferecer tantos planos alternativos quantos quiserem, porém dois deles são padronizados pela mudança e de disponibilidade obrigatória: Plano Básico e Plano Alternativo de Serviços de Oferta Obrigatória (PASOO).

O Plano Básico será a opção automática do consumidor que não manifestar a sua escolha até a data limite de mudança – cada estado tem sua data e avisa seu cliente com antecedência, sendo a data máxima estabelecida pela Anatel em 31 de Julho de 2007. Neste plano, o consumidor tem direito a 200 minutos de franquia (já incluidos na assinatura, que não muda) e é adequado ao consumidor que utiliza a sua linha para efetuar ligações de curta duração (menos de 2 minutos e 30 segundos). Este plano não é adequado para linhas que conectam à Internet via acesso discado.

O Plano Alternativo é a opção com valor do minuto mais barato (cerca de 35% do valor do Básico), possui 400 minutos de franquia, no entanto, ao completar a ligação é cobrado um valor de 4 minutos automaticamente. Isso significa que uma ligação de 1 minuto custa o valor de 5 (4 minutos de taxa + 1 minuto de consumo). Para consumidores que constumam efetuar ligações locais acima de 3 minutos (de preferência muito mais que isso) e conexão por acesso discado à Internet, o Plano Alternativo é o ideal.

Existem outras dicas nas quais devemos ficar de olho durante esta migração. E se tiver qualquer problema, não deixe de consultar e reclamar na ANATEL.

Telefonia fixa: Mudança na tarifação das chamadas locais [Tecnocracia]



Pedro Villalobos - 23/05/07


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *