Chrome – A magia do Google Agora nos Navegadores

Ontem no meio da tarde fiquei sabendo por acaso que a Google lançaria um navegador hoje. Parecia uma grande burrada, levando em conta a quantidade de navegadores por ai, mas parece que eles uniram o melhor de vários e criaram o Google Chrome.

google_chrome

Hoje fiquei boa parte da manhã lendo sobre ele e babando nas funcionalidades bacanas que ele teria, em consequência disso, de hora em hora procurava na web para ver se havia saído alguma informação nova ou se o download estava disponível. Tão logo apareceu o link, baixei ele e o resultado não podia ser melhor:

O Google Chrome é um navegador MUITO rápido, ele renderiza as páginas como nenhum outro e seu sistema de abas em processos separados torna a navegação muito mais estável.

Por enquanto vou babando apenas na velocidade dele, quem sabe com mais algumas horas de uso não tenho outras impressões?

Se quiser acompanhar o que outras pessoas estão falando agora sobre o Google Chrome, dê uma olhada no Twitter com a tag #chrome.

O Google Chrome é gratuito, totalmente open source e você pode fazer o download agora em mais de 100 línguas diretamente no site oficial.



Pedro Villalobos - 02/09/08


4 Comentários

  1. Thássius V' disse:

    Para v1 está excelente. Mas fica aquele velho medo de o Google estar monitorando (ainda mais) o que fazemos na rede.

    Ainda não substitui o Firefox, em especial porque não tem os maravilhosos complementos. Para mim, faltou uma status bar “de verdade” nele.

  2. Bruski disse:

    Com certeza!

  3. Bruski, concordo com você, o Chrome ainda não dá pra substituir o FF, mas no geral, pra uma primeira versão, tá muito bom, viu?

  4. Bruski disse:

    Eu estou usando o Chrome neste momento e realmente parece ser interessante, mas acredito que ele terá que comer muito feijão com arroz para chegar perto do firefox, sem complementos, sem temas, poucas configurações, usuabilidade um pouco ruinzinha, nao sei, será que o google irá dar com os burros na agua dessa vez, tenho certeza que não, mas ainda não da para trocar o firefox por nada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *