O que mais olhar na hora de escolher uma corretora

No meu último artigo eu dei algumas dicas para quem quer começar a investir na Bolsa mas não sabe como. Falei sobre os passos necessários para começar a se inteirar sobre o assunto e apresentei um simulador, o Folha Invest onde se pode brincar de aplicar com dinheiro de mentira para ver como teriam sido seus rendimentos ao aplicar na bolsa. Meu próximo artigo seria sobre a escolha de uma corretora, mas desde então apareceram artigos interessantes com o mesmo objetivo tanto no Dinheirama quanto no InicianteNaBolsa. Meu artigo poderia ser, então, o seguinte: leia estes 2 posts. ponto.

Mas vou mudar um pouco o foco e tentar acrescentar algo ao que já foi dito, afinal ainda tenho o que dizer.

Existem 133 corretoras cadastradas na Bovespa, uma diferente da outra. Claro que você não precisará pesquisar todas para escolher a melhor para você. Logo de cara, fatores como a área de atuação geográfica de cada uma limita a sua lista e sua gama de opções. Nestas corretoras você vai encontrar profissionais que vivem o mercado de ações e cujo trabalho é assessorar aos seus clientes, que são os investidores. Na hora de escolher uma corretora o que mais deve pesar é o seu perfil de investidor. Não estou me referindo a se você é conservador, moderado ou agressivo, digo a sua disponibilidade para aplicar em ações, disponibilidade para estudar sobre o assunto, resumindo: O tempo que você pretende dedicar para cuidar dos seus investimentos.

Mercado de Açoes Quando comecei a aplicar em ações eu operava pela corretora X, que me cobrava 0,5% por ordem mais uma taxa fixa de 20 e poucos reais para cada dia em que eu realizasse ordens. Caro. Em compensação tinha a minha disposição uma série de estudos e análises de qualidade no site da corretora, uma sala de ações muito boa (com acesso gratuito ao Broadcast inclusive) onde podia passar o dia acompanhando o mercado e conversando com os funcionários da corretora e outros clientes, além de um total acompanhamento dos meus investimentos. Era comum alguém da corretora me ligar e dizer: “Mateus, você está com Y parado aqui e tá na hora de comprar a empresa tal, o que você acha?” ou “Cara, tal empresa já deu o que tinha de dar, vamos mudar pra tal?”.

Com o tempo fui aprimorando meus conhecimentos, acompanhando o mercado e traçando sozinho minhas estratégias de investimento. Mudei para uma corretora que me cobra uma taxa fixa de R$20,00 por ordem executada, com um bom home-broker, telefone de atendimento em BH e 0800 em SP. Se eu quizesse poderia ter sido mais radical e ir para uma de R$10,00 por ordem, como a EasyInvest. Já não tenho todo o acompanhamento que tinha, mas não acho ele tão necessário mais. Caso não tivesse interesse em dedicar tamanho esforço à gestão de meus investimentos ficar na 1ª corretora teria sido uma melhor opção.

É importante lembrar que sua corretora será sua representante na Bolsa. Quando você enviar uma ordem será o nome da corretora e não o seu que aparecerá no Book de Ofertas da Bovespa. E ela poderá ser um grande aliado no seu crescimento como investidor. Muitas corretoras oferecem também cursos de ações, sempre é uma opção negociar um desconto em um curso quando você for abrir sua conta na corretora. Além disso em geral elas oferecem palestras gratuitas sobre temas específicos do mercado de ações, mesmo para não clientes. Palestras sempre seguidas de coffee breaks. Você só tem a ganhar frequentando tais palestras, além de não pagar nada para tal você terá a oportunidade de conhecer pessoalmente os profissionais das corretoras, conversar com clientes que já aplicam e perguntar a opinião deles sobre os serviços e taxas das mesmas.

Você deve estar se perguntando: “beleza, mas como faço pra descobrir qual o perfil de atendimento da corretora X?” Da mesma maneira que se busca informação sobre qualquer tipo de serviço: teste, converse com clientes que já usam o serviço, vá à corretora e veja como é o atendimento. Isto vai depender somente de você: do seu gosto e simpatia com o ambiente, com a equipe e com as ferramentas da corretora.

Para iniciar sua busca, segue uma pequena lista com algumas corretoras, sites e valor praticado, por onde se pode começar (mas não necessariamente limitar) a sua busca por uma corretora. Dica: Comece olhando no site se a corretora em questão possui escritório na sua cidade.

Uma citação pra finalizar: “If stock market experts were so expert, they would be buying stock, not selling advice.”

Norman Augustine

Foto por Cishore



Mateus Lana - 26/02/08


19 Comentários

  1. Pingback: A cara do mercado | insiderNews
  2. Pimon disse:

    Complicado, Lana.

    Já houve duas corretoras de porte que …. pois é.

    Uma delas foi assumida pelo Descão, a outra.. capenga.

    Pelo sim, pelo não, segurança é essencial.

    Quem diria que bancos quebrariam nos Eua, na Alemanha, na Inglaterra?

    Banco é fluxo, cessou, pluft.

    Corretora.. ainda mais.

    Boa sorte.

    Eu prefiro ficar com as 04 patas atrás.

  3. Mateus Lana disse:

    Pimon,

    Concordo com você em relação aos bancos de pequeno porte. Em relação às corretoras eu me abstenho, confesso que não tive tempo de estudar sobre o assunto ainda. Talvez eu queira, inconscientemente, acreditar que minha corretora (pequena e independente de bancos) está segura. :)

    abs,

  4. Pimon disse:

    Deus, a pressa é inimiga.

    “Crise dos banco…., furação…..”

    Vixe!

    Mas é isso, a MP de hoje mostra a preocupação do governo com bancos de pequeno porte e corretoras.

    “Ah..mas tá na CBLC”!!!

    Tá?????

    Neguim dá nó em pingo de … você sabe.

  5. Pimon disse:

    Lana, o que você diz equivale ao seguinte: “vou perdurar-me no galho mais fraco da árvore, pode ser que ele resista ao furação”.

    A crise dos banco americanos não possui correlação com os bancos nacionais, mas a falta de liquidez derivada de congelamentos de créditos pelos grandes bancos nacionais, este sim, atinge às pequenas corretoras, independentes.

    Ou os pequenos bancos.

    Leia mais em Eugênio Gudin.

  6. Mateus Lana disse:

    Bom, não saberia dizer. As principais vitimas da crise, até agora, foram bancos americanos. Talvez uma corretora tradicional e desvinculada de um banco seja mais segura.

  7. Pimon disse:

    Em tempo de fuga para a qualidade, nada melhor que uma corretora vinculada a um Banco.

    Há várias, com taxas fixas, variáveis, etc.

    Segurança é essencial.

  8. Mateus Lana disse:

    Cristiano,

    Um clube de investimentos não é uma empresa, apesar de possuir CNPJ. Dê uma olhada nesta explicação da Bovespa: http://www.bovespa.com.br/pdf/ImpressaoClubes.pdf
    Abs.

  9. Cristiano disse:

    Gostaria de saber se esta empresa é de confiança para associar-me.
    Obrigado

    CLUBE DE INVESTIMENTOS VIGOR

  10. Muito obrigado pela visita, Pimon

  11. Pimon disse:

    Site interessante.

    Vou tentar divulgar.

  12. Mateus Lana disse:

    Obrigado Glauciente, disponha :)

  13. Glauciene disse:

    Mateus,

    Excelente post. Agradeço pelas informações e pelas citações de algumas corretoras.
    Já faz um tempo que venho pesquisando sobre investimentos, bolsa de valores, e etc. e realmente no início é muita informação, fiquei perdida. Acho que estou começando a me encontrar! rs.

    Excelente trabalho o que você e outros blogueiros têm realizado. Parabéns!

  14. Mateus Lana disse:

    Obrigado pelo elogio. É exatamente isto Eduardo, a corretora é uma prestadora de serviço, e não é por que se trata do mercado de capitais que deveria ser diferente. E assim como qualquer segmento existente, existem os grandes e os pequenos, os excelentes e os picaretas.

  15. Eduardo disse:

    Excelente artigo, quando a gente entra nesse negócio de bolsa fica realmente meio perdido sem saber o que é direito como se virar para operar no mercado, acho que o serviço deve ser do tamanho de sua necessidade se você precisa de um corretor para te dar “dicas” de mercado tem de pagar por isso é o custo do negócio.

  16. Valeu Zé, fica ai de referência :)

  17. ze disse:

    Também achei esse artigo sobre o assunto: http://www.monacoonline.com.br/blog/?p=103

  18. Ei… obrigado pela citação, Mateus. Boa sorte na bolsa, meu caro. Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *