PowerCast

PowerCast

Lendo o blog do Felipe, uns dos colaboradores do Isso Mesmo, tive acesso ao site da Powercast. A jovem empresa promete por no mercado uma fantástica solução para a transferência de energia sem fio!

A idéia de transferir a energia sem fio não é nova, me lembro que uma vez perguntei sobre esse assunto para o Ronaldo Kascher, meu professor de telecomunicações e antenas e ele me explicou alguns conceitos básicos que atrapalham essa pratica.

Antena

A Powercast tem anunciado que usará o conceito de rádio freqüência na transmissão, isso significa que podemos aplicar um conceito básico de antena: “Quanto mais longe da antena transmissora nos situarmos mais a onda terá expandido no espaço”. Para o caso de transmissão de energia isso é algo ruim, já que a onda terá se dissipado em uma área maior, o que na maioria das vezes significa desperdiçar energia.

Resta saber o quão eficiente será o método da Powercast. Duvido que consiga uma boa relação de eficiência quando comparada ao bom e velho fio e, aparentemente não estou sozinho (Valleywag).

Links for 30-03-2007 [Felipe Tofani]
Powercast
Ronaldo Kascher
The new 50%-wasted energy source [Valleywag]



Igor Barbosa - 04/04/07


4 Comentários

  1. diego disse:

    cara, não é bem assim não.

    eles conseguiram 60-70% de eficiência o que é muito mais do que os concorrentes.

    fora que ainda tem tempo de desenvolver novas versões, pois segundo eles mesmos, isso por enquanto só adianta para pequenos gadgets.

    mas o MIT já vem com outra sacada, mais eficiente ainda, batendo os 75%.

    Procura ae que vcs vao achar. eles usam ressonância magnética, que ‘mantem’ a carga num determinado campo, nao perdendo ominidirecionalmente, como vc falou das antenas.

  2. acho que foi na Info de março que falou disso também… Vi ontem =p

  3. Igor Barbosa disse:

    Legal , onde conseguiu essa informações ?

  4. star trek disse:

    Por ser uma tecnologia nova,a eficiência é muito ao uso que lhe é destinado,baixa voltagem a curta distância,ambientes fechados,a eficiência atualmente é de 70%,lembrando que transmissão por fios perde-se tbem 30% em longas distâncias.
    Nada mal p/ começar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *