Como aproveitar melhor cursos e palestras

Publicado em 13/04/2010 por Pedro Villalobos

Como aproveitar melhor cursos e palestras
O tempo é algo cruel e um relógio no pulso pode atrapalhar muito sua produtividade. Em reuniões, cursos e palestras, muita gente insiste em marcar o tempo sem necessidade alguma, inclusive eu, então decidi fazer um experimento:

Ficar completamente alheio ao horário durante o final de semana.

No último final de semana (10 e 11 de abril) eu participei do curso da Mestre Seo e simplesmente ignorei o relógio. O que fiz foi:

1- Tirei o relógio do pulso

Simples, o velho hábito de olhar para o pulso se perde quando não tem nada nele.

2- Guardei o celular

Você pode colocar seu celular na mochila, aonde não tem fácil acesso ou simplesmente manter algum programa aberto que tampe a hora, se for um radical pode até mesmo desligá-lo, só que isso eu não consigo fazer.

3- Desativei o relógio do computador

Esse último foi crucial, pois mantenho um relógio no meu computador com 3 fuso-horários (Brasil e mais dois relativos a servidores da Blue Box no exterior) e a data. O hábito de olhar pra ele é é gigantesco. Se fosse medir quantas vezes olho por dia diria que gasto uns 15 minutos só com isso.

Mas porque exatamente eu desapareci com os relógios?

Bem, o curso era relativamente longo, 8 horas por dia, mas o tema extremamente interessante e relevante para mim. Sendo assim não queria me distrair de forma alguma, nem me preocupar com quanto tempo está passando. Deixei isso para os palestrantes – Fábio, Frank, Bruno e Felipe - eles sabem muito bem quanto tempo têm e quanto podem gastar em cada questão proposta. Me foquei em tirar minhas dúvidas e fazer anotações.

O resultado de me desligar do tempo

Ok, não foi exatamente todo o final de semana que me desliguei, somente durante as palestras. Com isso eu consegui escrever mais de 100 notas, cada uma com 2 ou 3 parágrafos. Extrai o máximo do curso com isso e tenho um material preciso e organizado que vai me servir de referência por muito tempo.

E você, como faz para aproveitar melhor cursos e palestras?

Usando a Internet em Conexões Lentas

Publicado em 22/03/2009 por Pedro Villalobos

Esse final de semana me deparei com um problema grave: minha conexão está MUITO lenta. Com esse problema em mente, minha única opção é otimizar a navegação para que sofra o mínimo possível.

Essas dicas também valem para quem usa uma conexão 3G, que apesar de ter boas velocidades, nem sempre é o quanto gostaríamos. Eu por exemplo estou usando agora meu celular como modem e navegando a 300kbps, consideravelmente melhor que a Net Vírtua (6mbps) hoje, mas ainda assim bem lento.

Então vamos aos passos para otimizar sua velocidade de navegação:1- Escolha quais programas usar

Vários programas são verdadeiros vilões de conexão, com isso o ideal é fechar todos que não forem necessários naquele momento. No meu caso, fechei os seguintes programas:

- Cliente de emails; caso precise checar um email, vou direto no webmail e fecho em seguida.

- Mensageiros; fechei o MSN e GTalk, mantive aberto somente o Skype, que é o que estou usando agora.

- iTunes; apesar de ouvir as músicas que estão no meu computador, ele conecta regularmente para checar por updates de podcasts e afins e isso atrapalha muito.

- Windows Live Sync; é um ótimo programa para sincronizar seus arquivos com outro computador (um servidor de backup por exemplo), mas como monitora diversas pastas, ele sempre usa a conexão.

Resumindo, qualquer programa que você use e que faça conexões desnecessárias a internet, inclusive programas de Torrent.

2- Bloqueie propagandas

Eu sou contra bloquear anúncios em sites, principalmente porque gosto de ver banners e afins para ter novas idéias, mas quando sua conexão está mal das pernas, essa é uma ótima opção.

Se você usa o Firefox, e deveria, pode usar um plugin como o AdBlock Plus que bloqueia automaticamente as mais diversas propagandas, aumentando muito sua velocidade de conexão.

Para usar o AdBlock Plus, primeiro instale a extensão acessando este site.

Após reiniciar o Firefox, ele vai oferecer diversas opções de listas, atualmente estou usando duas, a EasyList e a AdBlockRules. Para instalá-las, basta clicar no nome de cada uma delas.

Você vai notar que ao acessar sites, verá bem menos anúncios, as vezes nenhum mesmo. Isso aumenta muito sua velocidade de navegação, já que vai parar de baixar coisas inúteis naqueles momento.

3- Use versão mobile

Esta dica é um pouco extrema, mas funciona muito bem, use a versão mobile dos sites que costuma acessar. Como elas são feitas para serem visualizadas em um celular, são bem mais leves. Abaixo uma lista de alguns sites já com link para suas versões móveis:

-Globo

- UOL

- Terra

- Orkut

Lembre-se, a navegação em versões móveis dos sites tem uma série de limitações, mas serve muito bem para não sofrer tanto quando sua conexã estiver ruim.

Concluindo, conexões lentas como discada, EDGE, ou mesmo uma banda larga em um dia ruim podem se beneficiar muito dessas dicas, além de limitações óbvias dos provedores, como limite de tráfego que alguns oferecem em planos 3G.

E você, o que faz para melhorar sua velocidade de navegação? Deixe sua dica nos comentários!

Preparando para a volta as Aulas

Publicado em 25/01/2009 por Pedro Villalobos

Volta as aulas, ao trabalho, a vida cotidiana. Muita gente detesta sair do clima de férias e entrar na batalha de levar filhos para o colégio e afins (eu sei disso, devia ser uma batalha ME levar para o colégio). Mas para evitar grandes transtornos, alguma preparação pode ser bem interessante:

Adapte seus horários ao novo ritmo

Acordar cedo pode ser uma batalha depois de um mês dormindo até tarde. Eu não sou muito fã de dormir em excesso (apesar de as vezes o fazer), mas uma boa noite de sono é fundamental para manter a produtividade em alta. Com todo o horário bagunçado de férias, uma boa opção é dormir um pouco mais cedo que o normal, para acostumar com o novo horário de despertar.

Se ainda assim estiver difícil de acordar na hora, você sempre pode transformar seu computador em um despertador.

Faça uma boa faxina em casa

Imagine descobrir que você comprou um material ou livro que já tinha, um grande desperdício de dinheiro, não? Organizar tudo que precisa para seu trabalho ou estudos evita este tipo de surpresa desagradável e ainda te prepara para começar o ano mais tranquilo, sabendo que dali para a frente é só manter organizado.

Você pode começar jogando fora todo o material que não é mais necessário e deixando à mão o que vai precisar com frequência, a partir daí fica ao seu critério.

Compre tudo pelo menor preço

Se você deixou a compra do material escolar para a ultima hora, vai descobrir que agora está tudo muito mais caro. Mas ainda assim você pode economizar de algumas formas:

- Compre material em maior quantidade: Se organize com mais duas ou três pessoas e compre o material básica em lojas que vendem por atacado, o preço é menor e a qualidade a mesma de qualquer papelaria.

- Compre livros usados: Livros didáticos que são usados por apenas um ano não devem ser jogados fora, em Sebos e livrarias especializadas você encontra livros em ótimo estado por um preço bem camarada, além de poder usar os seus velhos como parte do pagamento também.

- Compre livros em maior quantidade: Se você precisar do livro novo, junte novamente algumas pessoas e faça encomendas diretamente com a editora. Já falei, compras em quantidade rendem descontos.

- Deixe para depois o que puder: Boa parte do material (especialmente o de listas de colégio) não vão ser usados imediatamente, por isso comprar só o que vai ser usado imediatamente pode ser mais econômico. Quando passar a “febre da volta as aulas” e os preços se normalizarem, você pode comprar o que ficou faltando.

- Recicle: Para que jogar fora um caderno que ainda tem metade das folhas? Junte todas as sobras e encaderne novamente. Papel nunca deve ser desperdiçado!

Seguindo alguns passos simples sua volta as aulas ou ao trabalho pode ser eficiente e econômica.

E você, tem alguma outra dica para voltar ao ritmo normal de forma produtiva? Deixe seu comentário!

Liderança Comando e Controle, Você conhece?

Publicado em 24/10/2008 por Pedro Villalobos

Apesar de muito questionada, a liderança comando e controle é uma ótima ferramenta para gestão de crises. E com isto em mente, o Fique Inteligente publicou um artigo exemplificando seu uso e explicando uma forma interessante de aprendê-la: Jogando Age of Empires.

Dê uma lida na definição básica:

A definição mais simples de liderança comando e controle é: Quem manda, manda e quem não manda obedece. Ela é executada de forma vertical, quem está em cima ordena e quem está em baixo obedece, sem questionamentos. É um modelo militar e foi adaptado para o meio empresarial.

Gostou dela e quer aplicar também? Entre no Fique Inteligente para saber mais sobre isso.

AoE – Uma Aula Prática de Comando e Controle [FiqueInteligente]

Como Reconquistar um Cliente

Publicado em 18/10/2008 por Pedro Villalobos

Recentemente estive em uma ótima palestra na AMCHAM BH que contou com várias pessoas que sabiam o que estavam falando. A começar pelo Paulo Rubini, que só por citar a Alegoria da Caverna (vale à pena ler) já ganhou minha total atenção.

Em seguida veio o Wagner Martins, mais conhecido como o MrManson do CocadaBoa, que é sócio da agência Espalhe – especializada em Marketing de Guerrilha, ou fazer propaganda virar notícia – e explicou para uma palestra de leigos o que era realmente um marketing de guerrilha e porque é tão mais eficiente que uma campanha normal.

criança feliz
Mantenha seu cliente feliz

Mas o que realmente fez valer o meu dia, foi a palestra que substituiu a do Ricardo (sim, o dono da Ricardo Eletro). O consultor Alexandre Freire deu uma verdadeira aula de como manter um cliente e principalmente como reconquistar um que foi perdido. Esta segunda parte foi a que mais me interessou, principalmente pelos 6 pontos que ele colocou sobre como fazê-lo após um atendimento insatisfatório:

1- Escute e crie empatia;
2- Faça perguntas (após ouvir as reclamações);
3- Peça desculpas;
4- Resolva rapidamente o problema;
5- Ofereça compensação;
6- Follow-up (acompanhe o processo para saber se os problemas foram realmente resolvidos e se o cliente está satisfeito).

Dicas bem simples e que podem ser aprofundadas por horas. Mas uma explicação nos dá o porque de tanta preocupação com isto:

Um cliente satisfeito, indica UM outro cliente. Um cliente insatisfeito, evita que DEZ outros trabalhem com você.

E então, como você trata o seu cliente? E o que você perdeu? É mais simples do que parece manter um cliente satisfeito e com isso expandir seu negócio e carreira.

PS: Recomendo muito as palestras do Alexandre Freire, foi a primeira que assisti e agora estou querendo fazer também um dos cursos que ele organiza por aqui.

Próxima Página →