Impressora 3D

Publicado em 7/05/2007 por Igor Barbosa

Impressora 3D

A verdade é que uma impressora é essencial para qualquer casa, escritório, universidade, etc. Você consegue ficar sem usar uma? Eu não. E imagino que será assim no futuro com as impressoras 3D. Nada de se preocupar caso perdeu a caneta do seu PDA, ou de comprar outra tampa do controle remoto, “precisa de um suporte para livro?â€? Faça na hora.

As impressoras 3D não são algo do outro mundo, já existem em indústrias e oficinas especializadas á quase uma década. No entanto era um produto caro, usado somente quando o investimento valia à pena, como em protótipos, design de produtos (indústria automotiva) e aeronáutica.

Hoje em dia o investimento necessário para se ter uma impressora 3D caiu bastante, algo em torno de US$ 15.000, o que torna possível uma impressora dessas em grandes oficinas, universidades e até mesmo em empresas especializadas.
Com o andar da carruagem, é possível que no futuro tenhamos em casa uma impressora 3D para fabricação de pequenas peças e produtos. Mal posso esperar chegar esse dia.

Quer entender a idéia por trás da impressora 3D? Veja este gráfico auto-explicativo:

Como Funciona

Enquanto isso, vale à pena ler a reportagem completa sobre o assunto no NY Times.

Para mim, a parte mais legal de tudo é essa: caso tenha coragem e capacidade (necessário um pouco de conhecimentos em robótica, CNC e Mecânica) você pode montar uma, aqui segue um tutorial Faça Você mesmo.

[BL]Impressora[/BL]

Receita de um Robô

Publicado em 30/04/2007 por Igor Barbosa

ROBO QWERK

A Universidade Carnegie Mellon, Estados Unidos, desenvolveu uma placa controladora e uma serie de projetos, no qual usando a placa e seguindo o projeto é possível montar um robô funcional como se apenas seguisse uma receita. No entanto esse desenvolvimento não é algo exclusivo dos EUA.

Os robôs são modulares e feitos para se montar usando componentes do dia, mais ou menos no conceito “se vira, você não é quadradoâ€? e o que torna tudo possível é um kit, chamado de TERK.
O TERK funciona com uma unidade controladora QUERK que é basicamente a CPU do robô, CPU essa capaz realizar comunicação com internet, controlar portas USB e possui um sistema de controles de motores (essencial na robótica).

A idéia da Universidade de Carnegie Mellon é algo que estamos desenvolvendo aonde trabalho (GEAR- Grupos de Estudos de Automação e Robótica). A nossa placa é chamada de IMAG e no momento estamos criando uma nova versão para torná-la mais compacta e com modulo de ethernet embarcado.

IMAG:
IMAG

Caso você tenha conhecimento ou interesse nessa área, deixe um comentário. E, se você acredita poder ajudar no projeto da IMAG, me mande um e-mail.

Terk
Carnegie Mellon University
GEAR
Inovação Tecnológica.
Cnet
Techwag

Brincando de Robô – Parte 1

Publicado em 31/03/2007 por Igor Barbosa

Robosapien V2

Outro dia recebi um telefonema de um amigo meu atrás de um uma atração nova pra sua Lan-House, ele estava pensando em comprar o robosapien e me perguntou se tinha alguma indicação. Aproveitando o embalo vai aqui um pouco da minha visão desse robô.

Acho que inicialmente é interessante colocar algumas noções:

• Robô Remotamente Controlado: Quando o robô está sendo controlado ativamente por um humano usando algum tipo de link remoto (Radio de RF, infravermelho, wi-fi).

• Robô “Inteligenteâ€?: Mesmo possuindo ainda algum tipo de controle remoto, a decisão não fica a cargo só do controlador humano, ela pode ser tomada a partir de um banco de dados, uma lógica de programação ou o que for necessário para isso.

Antes acreditava que o Robosapien era só remotamente controlado, no entanto, após uma confirmação na wikipedia vi que ele pode ser programado com uma lógica e responder a alguns tipos de comandos o que lhe colocaria como um robô inteligente.

Esse vídeo mostra o Robô reagindo a outro e isso coloca ele como inteligente segundo a classificação atualmente usada:

Na versão 2 do robô, ele apresenta melhores sensores e se tornou muito interativo, respondendo a sons de ambiente e ate explorando ambientes sozinho.

Claro que é um brinquedo genial, muito divertido! Seu criador fez um projeto muito bem identificado e de fácil montagem para facilitar modificações no seu robô (V1 ou V2)!!

Agora, o concorrente fica para a próxima avaliação.

Versão 1 [Modificaçoes]
Versão 2 [Modificações]

WiiBot

Publicado em 29/03/2007 por Igor Barbosa

WiiBot

Há quem acredite que a robótica é algo que fica restrita a ambientes de pesquisas, centro de desenvolvimentos e industrias. Hoje em dia quem tem um dinheiro sobrando e não tem meios científicos ou qualificação técnica para montar o seu robô, pode comprá-lo!

Esses entusiastas foram longe, eles compraram um braço robótico industrial Kuka KR16, daqueles usados em linhas de produção de carros. Após gastarem uma boa grana no robô, eles começaram a brincar, adaptando uma modificação do controle do videogame Nintendo WII e até fizeram um vídeo:

WiiBot

Apesar de toda qualidade do projeto o vídeo me surpreendeu no fato de que o robô não machucou ninguém, afinal de contas segurança nunca deve ser demais.

WiiBot
Slashgear